A VOLTA DOS INVESTIMENTOS EM ASSIS

O empresário que estava ressabiado antes da definição das eleições presidenciais, hoje está voltando a investir, porque tem perspectiva de melhora e que seu dinheiro terá retorno. Só para se ter uma ideia, aqui na Prefeitura já foram protocolados 10 novos projetos, não somente de loteamentos, mas também de casas populares e novos edifícios residenciais, o que sinaliza para uma retomada da construção civil lenta e gradual, gerando sobretudo novos empregos na cidade. Disse que o empresário José Roberto Zanchetta, da Construtora Duaço vai construir no antigo campo da NovAmérica, imediações do São Judas Tadeu, um novo núcleo habitacional do programa Minha Casa Minha Vida. Mas há outros exemplos de empreendedores que estão vindo para Assis, por ser uma cidade com grande potencial de crescimento. Citou ainda que a Fema vai iniciar as obras do prédio do curso de Medicina e Ciencias da Saúde, com investimento de 5 milhões de reais, e a Santa Casa empregará o mesmo valor na instalação da radioterapia, com recursos federais. O que ele prevê é uma maior abertura do mercado de trabalho e incremento da indústria da construção civil.

Destacou a indicação do juiz Sergio Moro para o Ministério da Justiça e Segurança Publica, dizendo que “agora a roubalheira vai acabar e é isso que o povo quer”. Para ele, é o fim da impunidade para quem vinha praticando esse tipo de delito.

O presidente da Acia, Nami Sabeh disse que pelo impostrometro indica que em 2018, haverá o recolhimento de mais de 1 trilhão e meio de reais para o governo federal e os estados, o que é um indicador de crescimento sustentável. Mas apesar do otimismo, prevê que a volta da normalidade ainda vai demorar, talvez a partir de 2030. “Não será da noite para o dia, que a retomada vai acontecer em sua plenitude. Mas quem viver até lá, verá”.

Elogiou o prefeito José Fernandes no seu proposito de destravar a cidade, porque hoje ela não tem mais para onde crescer. O novo Plano Diretor que está sendo elaborado, deverá resolver esses gargalos com o aumento do perímetro urbano para o outro lado da rodovia Raposo Tavares e SP 333. “Ele tem boa vontade e está realizando um grande trabalho como gestor. Mesmo contando com recursos escassos, já recapeou mais de 600 quarteirões em seu governo e tem planos para fazer mais”. Esse esforço vai ao encontro do espirito empreendedor de muitos empresários que querem investir em Assis, uma vez que José Fernandes age como facilitador para o desenvolvimento. Agora com a posse de Bolsonário na presidência da Republica, um novo ânimo está voltando no seio dos negócios, e Assis está preparada para receber novos investimentos.